Dicas – Call of Duty: Ghosts

call-of-duty-ghosts-dicas

Como ser o melhor em Call of Duty: Ghosts é algo que vai além de uma simples fórmula, mas existe um conjunto de técnicas básicas que podem ajudar – e MUITO – você a render o máximo em campo de batalha. Veja nossas dicas!

Fique de olho no perímetro

É impossível desenvolver uma boa visão estratégica ficando no centro do mapa. E não por acaso: o centro funciona como um “ímã”, atraindo todo o mundo para a ação e, consequentemente, fomentando muitas mortes.

call-of-duty-ghosts-soldado

O bom jogador sabe que é importante manter uma “zona de segurança”, estipulando um perímetro confortável para agir e pensar.

A regra é simples: no centro do mapa, em meio a um fogo cruzado, você precisaria prestar atenção em tudo o que está a sua volta. Imagine o quão difícil é mirar num oponente a sua frente tendo que vigiar ao mesmo tempo as laterais e as costas… Ninguém aqui nasceu com olhos de camaleão!

Respeitar o perímetro, portanto, é obter um campo de visão razoavelmente limitado e contar com a proteção de estruturas sólidas contra o que você não pode ver – atiradores de elite, por exemplo.

Esqueça o sprint

A pior coisa que você pode fazer em campo de batalha é correr sem necessidade. Dar uma de “sprinter”, assim, é grave não por cansar, mas por diminuir seus reflexos com a arma.

A ideia é a seguinte: ande sempre devagar, concentrando-se em sua mira, e não faça nenhum movimento que desestabilize sua arma enquanto estiver sob tensão.

Apenas corra quando for realmente preciso, como por exemplo na hora de ir de uma área para outra ou escapar de uma enrascada. Quando for correr, puxe a faca e certifique-se de que o Ready Up perk esteja equipado. Acredite, correr com uma arma pesada em punho é uma catástrofe.

Verifique sempre a munição

Não há nada mais frustrante do que ficar frente a frente com um inimigo e acabar morto por falta de balas no carregador. Para que isso não aconteça, você precisa sempre atirar de forma comedida e só recarregar a arma em intervalos seguros.

Lembre-se que seus oponentes esperam por alguém sem muito timing de recarga para liquidar de forma covarde.

O básico da recarga é nunca fazê-la no meio do tiroteio. A coisa mais inútil que você pode fazer é ficar recarregando a arma a cada inimigo derrubado. Essa moda “Counter-Strike” não pega muito bem em jogos mais realistas. Desse modo, procure uma zona de conforto para trocar o pente.

Vale usar o recurso Sleight of Hand perk para trocar os pentes mais rapidamente.

Evite a tocaia

Adotar o comportamento “camper” pode até ser útil em determinadas situações, mas vira um desastre ao se transformar em mania. Essa tática de ficar escondido alvejando soldados desavisados precisa ser aplicada sempre com inteligência e como último recurso, pois jogadores experientes conhecem as nuances do cenário.

Mesmo que você não seja alvejado por olhares mais apurados, um camper nunca é bem visto pela comunidade em geral. Ninguém gosta de se deparar com campers em campo de batalha ou tê-los dentro do próprio time.

O ideal é nunca se viciar com esse tipo de postura e partir sempre para a ação. Melhor morrer lutando do que permanecer vivo e malfalado.

Publicado em dezembro 18, 2013, em Call of Duty: Ghosts, Dicas. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Ótimas dicas, me ajudou muito. Jogo no One, se alguém ae jogar so add🙂
    Gamertag: zDarkinhu

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: