Microsoft: “A empresa não fez o suficiente para comunicar os benefícios do Xbox One”

XboxOne11_10236_screen

Chefe oficial do produto, Marc Whitten, admite que a empresa não fez o suficiente para comunicar os benefícios do Xbox One e diz que o plano de participação familiar pode voltar.

O Chefe oficial do produto Xbox, Marc Whitten, abordou questões sobre reações quanto ao Xbox One dizendo: “é uma vergonha para nós” termos sido curtos em nossas comunicações com os consumidores sobre os benefícios do console da próxima geração.

“Eu acho que é bastante simples. Tempos que apenas falar mais, levar as pessoas à compreensão do que é o nosso sistema”, disse Whitten em uma nova entrevista ao IGN. “A única coisa que é realmente gratificante é que as pessoas estão entusiasmadas com os tipos de recursos possíveis, e isso é um algo vergonhoso para nós que não temos feito um trabalho tão bom para fazer as pessoas sentirem para onde nós nos dirigimos”.

Whitten também falou sobre a petição Change.org que pede a Microsoft o restabelecimento de suas controversas políticas do Xbox One. Ele disse que a decisão da Microsoft de reverter suas políticas foram tomadas para dar aos consumidores mais opções e explicou que a empresa ainda tem trabalho a fazer para conseguir esse ponto para os consumidores.

Microsoft_unveiled_its_eagerly_awaited_new_gener

“O que ele me diz é que precisamos trabalhar mais para falar sobre o que estamos fazendo, porque eu acho que fizemos algo diferente, talvez a forma como as pessoas estão percebendo isto”, escreveu ele. “Quando eu li algumas coisas como essa petição; na minha perspectiva nós consideramos um monte de comentários e ao mesmo tempo o Xbox One foi criado para ser nativamente digital, para que se tenha essa experiência on-line incrível e percebemos que as pessoas queriam algumas escolhas. Elas queriam o que eu gosto de chamar de ponte, algo de como eles pensam sobre o mundo de hoje usando o material digital”.

“O que nós fizemos: acrescentamos que o console pode fazer o fornecimento por meio físico e offline. Não se trata de afastar o que esta visão digital é para a plataforma”, adicionou ele. “Trata-se de acrescentar essa escolha. Francamente, eu acho que nós precisamos apenas fazer mais para que as pessoas vejam como o console funciona, o que eles vão ser capazes de fazer com relação a ele. Eu acho que um monte de coisas que eles estão desejando estão francamente lá”.

Também na entrevista, Whitten especificamente abordou sobre o plano de participação familiar do Xbox One, que foi morto quando a Microsoft anunciou a mudança de suas políticas. Ele explicou que este recurso (Que permitiria aos jogadores partilhar suas bibliotecas digitais com até 10 outros gamers) poderia retornar, se os consumidores começarem a fazer bastante barulho.

“Se for algo que as pessoas estão realmente entusiasmadas e o desejam, então vamos nos certificar de que encontraremos o caminho certo para trazê-lo de volta”, disse Whitten.

Confira a entrevista completa no IGN: http://www.ign.com/articles/2013/07/12/microsoft-shame-on-us-for-x

Publicado em julho 16, 2013, em Xbox One. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: