Assassin’s Creed 4: Black Flag voltará a ‘velha filosofia’

339351

Com diversos títulos saindo nos últimos anos, com temas diferentes, desenvolvedores, protagonistas, momentos históricos, e designs, se torna necessário perguntar sobre a prevalência dos assassinatos nas séries de Assassin’s Creed. Este deve ser um ponto forte em Assassin’s Creed 4, de acordo com os produtores.

“Sim, nós temos um jogo de pirata, e nós anunciamos como um jogo de piratas. Está até mesmo em nosso título,” disse Ashraf Ismail, diretor de Assassin’s Creed 4: Black Flag. “Mas é um jogo de Assassin’s Creed, e isto é muito importante, porque é assim que somos capazes de criar um jogo pirata. Nós temos essa base muito sólida, que é o núcleo e o coração da experiência. A história é sobre um cara que é um assassino, e o conflito que ele passa é para se tornar esse cara. Nós temos mais assassinatos agora do que no primeiro jogo da franquia.”

Ismail também explicou o motivo de eles terem considerando esta “antiga filosifia” neste novo título para a série. “Isto é algo que nós aprendemos, nós realmente damos ouvido ao que nossos fãs dizem,” explicou Ismail. “Nós sabemos que em AC3 os jogadores eram guiados para o que fazer, e queremos trazer esta antiga filosofia onde nós apresentamos um simples objetivo, e deixamos você escolher o estilo de jogo que quiser.”

Entretanto, sabemos que as intenções da Ubisoft nem sempre conseguem ser concretizadas, como pudemos ver em Assassin’s Creed 3 – com sistemas supérfluos, e missões pré-prontas, segundo os fãs.

“Em alguns momentos nossos fãs perguntaram se piratas em Assassin’s Creed fariam sentido,” disse Ismail. “São histórias diferentes. Mas, na verdade, as mecânicas de se tornar um assassino combina em ser um pirata. Por exemplo, navegação: Bem, piratas são marinheiros, e eles escalavam mastos, e eles eram muito bons nisso, então faz sentido. Lutar? Bem, eles lutavam e ainda utilizavam armas, e por isto Edward possui 4 pistolas. E quanto ao Stealth, eles eram bandidos, precisava ficar escondidos, mesmo quando eles saqueavam certos navios.” explicou.

O desenvolvimento de Assassin’s Creed 4: Black Flag iniciou na metade de 2011, e a Ubisoft Montreal considera que já houve tempo suficiente para as críticas e discussões de fãs sobre Assassin’s Creed 3.

O processo de eliminação de alvos principais, segundo Ismail, será mais aberto ao planejamento e improvisação; menos dependente de scripts de eventos e grandes batalhas. “Esta é uma filosofia que estamos realmente fazendo de tudo, nas missões e nos assassinatos.” concluiu.

Assassin’s Creed IV: Black Flag chega para Xbox 360, PlayStation 3, e Wii U no dia 1º de novembro. Ainda não há data para as versões do PC e dos consoles next-gen.

Publicado em março 8, 2013, em Assassin’s Creed IV: Black Flag. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: